WSL Rio Pro: surfe brasileiro chega forte à etapa de Saquarema

Com a presença de grandes surfistas, entre eles vários brasileiros, a cidade de Saquarema, no Rio de Janeiro, sedia o Rio Pro, etapa do país do Circuito Mundial da WSL. Veja a programação de disputas das próximas baterias no fim deste post.

Será que vai dar Brasil em Saquarema, de novo? (Reprodução: Twitter WSL Brasil)

Defendendo as cores brasileiras, destacamos quatro surfistas do Top 5 do circuito. São eles: o vice-líder Filipe Toledo, o Filipinho (atual campeão mundial e tri das últimas edições da WSL Rio Pro), João “Chumbinho” Chianca (3º colocado) e Gabriel Medina (tricampeão mundial e quinto no ranking), além de Tatiana Weston-Webb, principal representante do surfe feminino do país e quinta colocada da WSL. Temos, ainda, Yago Dora, Samuel Pupo, Jadson André (substituto da estrela Kelly Slater na etapa brasileira), Caio Ibelli e Italo Ferreira, este já campeão mundial da WSL.

Quatro surfistas brasileiros já estão classificados para as oitavas. São eles: Chianca, Toledo, Italo e Dora, este tendo sido o responsável por mandar a estrela Gabriel Medina para a repescagem.

Líder do ranking, o americano Griffin Colapinto igualmente caiu para a repescagem, assim como Jadson Andre, Caio Ibelli e Samuel Pupo.

Dica de aposta

O site Betmotion está com odds exclusivas para apostas na WSL Rio Pro 2023, tanto para as disputas do masculino quanto do feminino em Saquarema.

E mais: se você ainda não fez um depósito no Betmotion, aproveite e faça isso. Assim, você garante um Bônus de 150% até R$ 200! Basta fazer uma recarga com o Promocode WSL150 e seu dinheiro extra entra direto na sua conta.

(Reprodução: site do Betmotion)

E aí, quem serão os campeões da etapa brasileira da WSL, em Saquarema? Deixe os seus palpites. Logo aí embaixo, na sequência deste texto especial sobre o evento, falamos dos brasileiros campeões mundiais. Tem três deles, ganhadores de cinco dos seis títulos do país, estão na disputa do Rio de Janeiro, neste ano, com destaque para o campeão mundial de 2022, Filipe Toledo, o Filipinho, atual tricampeão em Saquarema (tem quatro títulos da Rio Pro, sendo o campeão das últimas três edições brasileiras).

Mais:  Descubra os 10 Vídeo Bingos mais populares do Betmotion

Brazilian Storm

Com o nome ASP (Associação dos Profissionais de Surfe) a partir de 1983 e depois WSL (Liga Mundial de Surfe) desde 2015, o Circuito Mundial de Surfe já teve seis títulos brasileiros, ganhos por quatro feras da modalidade.

Atual campeão mundial de surfe, Filipe Toledo busca o penta da WSL Rio Pro. Filipinho venceu as últimas três edições, que foram disputadas em Saquarema, como a deste ano (Foto: reprodução do site da WSL)

Gabriel Medina foi o primeiro surfista do País a ser campeão mundial, em 2014, ainda quando o circuito se chamava ASP. O “parça” de Neymar é tricampeão, tendo vencido, também, os campeonatos de 2018 e 2021 (já como WSL).

Adriano de Souza, o Mineirinho, foi campeão mundial da Liga Mundial de Surfe em 2015, Ítalo Ferreira levou a edição de 2019.

E, por fim, mais recentemente, deu Filipe Toledo, o Filipinho, faturou a WSL Finals do ano passado, em Lower Trestles, Califórnia (EUA). Dominante durante toda aquela campanha, Filipe foi campeão na etapa Rio Pro de Saquarema, com direito à nota 10 na final.

Por sinal, o surfista de Ubatuba busca o penta agora, no chamado “Maracanã do Surfe”. Ele levou a Rio Pro em 2015, na Barra da Tijuca, e depois um tricampeonato, em 2018, 2019 e 2022, todas essas etapas da WSL disputadas em Saquarema. Não houve disputa nos anos de 2020 e 2021.

Medina em busca da conquista inédita

No caso do tricampeão mundial, Gabriel Medina, um dos mais badalados da modalidade no Brasil, a missão é uma só: ser campeão pela primeira vez em casa. Sim! Medina jamais ganhou uma etapa do WSL no Brasil.

Tricampeão Gabriel Medina busca título inédito, em casa, na WSL Rio Pro de 2023 (Reprodução: WSL)

Foram nove tentativas, até aqui, para ser campeão da Rio Pro (cinco disputas na Barra da Tijuca e quatro em Saquarema). O máximo que conseguiu foi chegar em terceiro lugar duas vezes, em 2013 e em 2016.

Encontre sua combinação perfeita
Entre no jogo das Apostas Esportivas
Divirta-se no Bingo Online

E olha que de conquista o surfista paulista de 29 anos entende, e muito! Ao todo, já faturou 18 canecos nas principais etapas do surfe mundial.

Programe-se e aposte nos brasileiros (ou nos gringos)

Tá confiante numa conquista brasileira nas águas de Saquarema? Hello Filipinho, Medina e Ítalo!! Okay, também tem o líder do ranking, Griffin Colapinto, na disputa. Enfim, aproveite para faturar uma graninha boa, apostando no nosso time de surfistas (ou na galera boa de fora) pelo site do Betmotion.

Mais:  Betmotion celebra 15 anos com surpresas e grandes prêmios

Lembrando que essa etapa brasileira WSL Rio Pro acontece em Saquarema até o próximo sábado, 1º de julho. Nos últimos dias, várias baterias foram suspensas devido à falta de ondas. A previsão da organização é de retomar nesta sexta-feira (30), de maneira que as finais sejam realizadas no sábado, não importam as condições do mar.

+300
+500
+1200
+1500
+750
$